Logo

Psicoterapia - Crianças

free template

O objectivo primordial do atendimento psicoterapêutico da criança é intervir quando algo não está bem no desenvolvimento emocional ou social da criança de forma a melhorar as suas capacidades para lidar com a realidade, as angústias, os seus desejos e as suas frustrações. Neste processo é de fundamental importância que os pais estejam incluídos no processo terapêutico da criança e, sempre que necessário, também outros técnicos que interajam com a criança como os educadores de infância, professores, entre outros.

As preocupações que mais frequentemente levam os pais das crianças a procurar o apoio de um psicólogo são:

  • Comportamento anti-social (desobediência, oposição, agressividade)
  • Dificuldades de integração num grupo de amigos
  • Insónias e pesadelos
  • Dificuldades de adaptação no jardim-de-infância e/ou na escolar
  • Dificuldades de aprendizagem
  • Timidez excessiva
  • Problemas relacionados com a alimentação
  • Hiperactividade
  • Enurese (incontinência urinária) ou encoprese (falta de controlo das fezes)
  • Tristeza, apatia e/ou indiferença (na sequencia, ou não, de acontecimentos causadores de maior instabilidade emocional para a criança como o nascimento de um irmão, morte de um familiar, separação dos pais, entrada ou mudança de escola, entre outros)

A Ludoterapia é uma técnica de psicoterapia destinada a crianças baseada no brincar. As crianças “falam” através das suas brincadeiras. O psicólogo é o intérprete dessa linguagem, transformando o brincar em tratamento. Ao interpretar e reformular os medos, angústias e sofrimentos da criança expressos através do brincar, o psicólogo ajuda a criança a ultrapassar os obstáculos ao seu desenvolvimento emocional e intelectual e reforça as suas potencialidades e valores próprios.